da indiferença

vinde em mim agora que estou despreocupada comigo. karina buhr.

estou ficando para trás no curso da própria vida. ela anda. tem andado aos poucos. ajeitou-se aqui e acolá. em frente tem seguido. eu não tenho acompanhado, no entanto. imobilizada. talvez o peso da existência seja fator determinante na apatia. os passos arrastados que levam a vida adiante, cansam a alma. aos poucos. indiferente aos acontecimentos. um eterno transe existencial. não recordo da última vez que comemorei algo. as vitórias acumuladas em um canto. penduradas. esperando.

Advertisements

One thought on “da indiferença

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s