dos nadas

A apatia se consolidou no meu corpo e alma há algumas semanas. Não sinto. Na verdade, para não dizer que não sinto, às vezes, uma guerra parece se iniciar no lugares mais profundos do corpo, mas é como se jamais chegasse em mim. Sempre limítrofe. Existe e imediatamente não mais.Como se, ainda que aqui dentro, não me pertencesse. Ou apenas não existe. Ou é apenas a necessidade do desassossego para não enrijecer. Com frieza, o corpo contrai… Uma espécie de corrosão me ataca. É gastrite. Das minhas cólicas de nadas.

Advertisements

4 thoughts on “dos nadas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s