tremor

É tudo tão abstrato dentro de mim, que já não sei discernir meu grau de humanidade. A ressonância do laço que me interliga ao Mundo causa-me abalo sísmico. Daqueles fortes. Intensos. Ao mesmo tempo que, às vezes, acho que me encaixo, é ainda como se eu nunca pertenci e jamais pertencerei. Estou entre e distante. Romper, fixar. Inexplicável as reações do corpo quando o olho olha em volta. Misto de tudo. Medo. Angustia. Lágrima. Uma espécie de sufoco. Daqueles que as cordas vocais parecem enlaçar a garganta. Engasgo. A respiração falha.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s