sonâmbula #1

maxresdefault

sentia nada. todos os dias, o dia inteiro, NADA.

a vida fora como um sonho (ou pesadelo!), tudo ao redor carecia de significado. quando não se lembra mais como é sentir, viver se torna um constante estado de sonambulismo: acordada o bastante para interagir, demasiadamente torporizada para acreditar que é real. inexpressiva. com o tempo, aceitou que não havia escapatória para a farsa que é existir. desassossegada, parou de se preocupar.

e, sonhava sozinha.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s