Monthly Archives: July 2013

boa noite, querida.

pensando
 
“Do que eu não sei se sou, se faço, não faço. desfaço… ou queria poder ser”

Pensa que o mundo não vai acabar se cometer algum deslize, no máximo, alguém irá chorar, despedaçar-se-á ou se atrasar. Pensa que no fundo são todos iguais e não há diferenças. Pensa no estereótipo. Pensa na exceção. Mas não deixa de pensar nas regras ou nas leis, Pensa no mundo como um círculo, uma ameixa ou uva-passa. Pensa no gosto da fruta do-ci-nha. Pensa na dicotomia e no bipolar. Pensa no ordinário para não pensar no que não se deve pensar. Pensa que depende do olhar, pensa que depende e já basta. Pensa que seu cabelo não cai do mesmo jeito todos os dias. Pensa que nada importa ou que o que importa não deve surgir. Pensa que é infalível e pensa também que tudo pode. Pensa que o poder não é o bastante, mas deter o poder é tudo. O controle não pensa, apenas existe. Mas pensa que pode tê-lo para sempre. Pensa que as folhas são verdes e o céu sempre azul. Pensa no problema dos outros, no problema de todos, mas guarda os seus próprios para o travesseiro e eufemismos. Pensa que seu coração é de pedra e o cérebro o mestre. Pensa e só.

Mas não pense demais, senão preso estará o pensamento. Não faça demais, senão fazer tornar-se-á mecânico. Somente durma e espere que demore para amanhecer,

Advertisements